Vídeos ambientais e agroepecuários

Loading...

EU AMO AGRONOMIA

EU AMO AGRONOMIA

Pesquisar este blog

CRONOS - RELÓGIO MUNDIAL

Seguidores

COMO SOMOS AFORTUNADOS

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

ESPECIALISTAS DEFENDEM INTEGRAÇÃO ENTRE O ENSINO PRESENCIAL E À DISTÂNCIA

Notícias Quinta-Feira, 03 de dezembro de 2009
JC e-mail 3899, de 27 de Novembro de 2009.

Formação do professor deve ter cursos a distância e mais tecnologia

Especialistas defendem maior integração entre os ensinos presencial e a distância

A educação a distância na formação do professor, que precisa ter acesso a novas tecnologias para não parar no tempo, foi um dos temas debatidos no 1º Encontro Internacional do Sistema Universidade Aberta do Brasil, promovido em Brasília pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Os participantes defenderam também a integração dos ensinos presencial e a distância.

"Em um futuro próximo, as modalidades presencial e a distância podem convergir e essa conjunção tem de começar pelo ensino superior, que vai formar os professores, que vão levar essa nova qualidade para a escola básica", disse a professora e pesquisadora Maria Luiza Belloni, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ela defende a educação a distância na formação de professores.

De acordo com pesquisa da UFSC, 30% dos alunos entrevistados acreditam que a internet pode substituir a escola. "Para que isso não aconteça, é necessário que o professor saiba trabalhar com as novas tecnologias e não continue de costas para o futuro", disse Maria Luiza.

A coordenadora do polo de Mineiros (GO) da Universidade Aberta do Brasil (UAB), Dominga Maria Hoffman, destacou a disposição do governo de estender a formação de professores a todo o país. Segundo ela, a educação a distância leva o aprendizado para dentro da casa do professor e melhora a qualidade do ensino.

Em palestra durante o encontro, o conselheiro de educação da Embaixada da Espanha, Jesus Martins Cordero, considerou tornar obrigatória parte da formação do professor a distância, caso viesse a ser ministro da educação daquele país. "Eu faria com que fosse obrigatório, mesmo na universidade convencional", disse. "Se não formos instruídos dessa forma, não conseguiremos passar essa informação para a frente, no futuro."

(Informações da Assessoria de Imprensa da Capes)

Expediente • Contato • Site da SBPC Navegue por aqui
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC©2002
Todos os direitos reservados / All rights reserved

2 comentários:

  1. Caros colegas este espaço está de parabéns, pois, é mais uma oportunidade que temos de interagir, acompanhar as novidades e noticias agrárias. Parabéns caro Armistrong de Araujo Souto pela iniciativa e que DEUS o acompanhe em muitas outras.

    Atenciosamente,

    ERICK AUGUSTO F. DA SILVA
    ESTUDANTE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS
    PÓLO- MARI-PB

    ResponderExcluir
  2. Saudações crísticas e agroecológicas, camarada lampião!

    Seja bem vindo ao blog! A ideia é, exatamente, fazer com que todos os que estão ligados ao Curso de Ciências Agrárias da UFPB possam trocar informações, ou a elas ter acesso, e que usufruam disso para construirem uma caminhada acadêmica mais rica. Não apenas isso, mas que percebam a amplitude do universo agrário, e a responsabilidade que é se inserir nesse espaço de forma responsável, capaz, e ética. Acima de tudo, buscando a sustentabilidade em bases agroecológicas, ao assumir qualquer trabalho. Em linhas gerais é mais ou menos isso.

    Insisto em dizer que não deixem de divulgar os eventos da área (feiras, exposições, aulas práticas, cursos, concursos e afins), de cada uma de suas cidade e regiões.

    Um abraço fraterno, lampião, e o muito grato pelo estímulo e apoio!

    ResponderExcluir

Solicitamos, tão somente, que não se faça uso de linguagem vulgar!