Vídeos ambientais e agroepecuários

Loading...

EU AMO AGRONOMIA

EU AMO AGRONOMIA

Pesquisar este blog

CRONOS - RELÓGIO MUNDIAL

Seguidores

COMO SOMOS AFORTUNADOS

sábado, 15 de maio de 2010

BIOPESTICIDAS E BONS INVESTIMENTOS.

Biopesticidas são boas oportunidades de negócio para investidores privados
noticias :: Por Editor em 15/05/2010 :: imprimir   pdf   enviar   celular

Biopesticidas são boas oportunidades de negócio para investidores privados: Cryptolaemus – indicado para o controle de cochonilhas
Créditos: Marcelino Ribeiro Neto
Quatro processos técnicos, pesquisados na Embrapa Semiárido, para produção em grandes quantidades de insetos predadores de pragas de grande importância econômica na agricultura brasileira, estão disponíveis para empreendedores interessados no investimento em inovações para um mercado crescente: o de controle biológico.



Os processos estão formatados para serem operados como um negócio e em escala industrial. Por isto, foram incluídos no portfólio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Novas Empresas de Base Tecnológica Agropecuária e à Transferência de Tecnologia (Proeta), criado pela Embrapa, com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

NEGÓCIOS



Biopesticidas são boas oportunidades de negócio para investidores privados: Proeta: promoção do agronegócio, através da transferência de tecnologias por meio da incubação de empresas
Créditos: Embrapa
Segundo o técnico da Área de Comunicação e Negócios da Embrapa Semiárido, Mizael Félix da Silva Neto, até chegar ao ponto de fomentarem empreendimentos rentáveis, estes insetos passaram por testes científicos diversos em laboratórios e em áreas de cultivo comerciais. Os resultados registrados pelos pesquisadores atestam a eficiência no controle de pragas.

De acordo com Mizael, a iniciativa da Embrapa Semiárido busca encurtar o tempo entre a geração da tecnologia e sua efetiva adoção pelos sistemas agrícolas. A transformação de procedimentos técnicos em negócios, apoiado por um programa que prevê a incubação de empresas, amplia os espaços para a inovação e a competitividade na agricultura brasileira.

Insetos como a mosca-das-frutas ou os pulgões, que infestam cultivos em várias regiões do país e têm potencial para causar grandes perdas econômicas em plantios de manga, uva, soja e citros, são algumas das pragas que podem ser controladas pelos produtos biológicos disponíveis no portfólio de tecnologias do Proeta.

DIFERENCIADO

Em linhas gerais, estas tecnologias consistem na produção massal de insetos predadores ou parasitóides que, liberados nas áreas cultivadas, atacam e destroem as pragas que afetam as plantas. Os empreendedores interessados vão precisar investir em Biofábricas. O controle biológico tem sido muito procurado para aplicação em agricultura agroecológica, orgânica e até mesmo em convencional, onde o limite máximo de resíduos (LMR) é uma das premissas básicas para exportação de frutas ou grãos.

Entre os inimigos naturais está o parasitóide Trichogramma pretiosum, que é uma micro vespa eficaz no combate à traça-do-tomateiro e de outros lepidópteros (mariposas) que infestam plantios de algodão, milho, cana-de-açúcar, arroz e beterraba. Outro inseto, de origem australiana é a joaninha predadora - Cryptolaemus montrouzieri – indicado para o controle de cochonilhas em diferentes culturas, especialmente a cochonilha-do-carmim, em palma forrageira.

A Chysorperla externa é mais um predador com o qual se obtém bons resultados na contenção de infestações de pulgões, cochonilhas e lagartas em campos de algodoeiro, citros, milho, soja, alfafa, fumo, videira, macieira e seringueira. Ainda consta no portfólio de tecnologias do Proeta o processo de produção em série do parasitóide exótico Diachasmimorpha longicaudata muito eficaz no controle de diferentes espécies da moscas-das-frutas que são pragas de "extrema" importância no Brasil, visto que são quarentenárias e atacam mais de 80 espécies de frutíferas em todo o mundo.

Para chegar a esses resultados, de acordo com a pesquisadora Beatriz Aguiar Jordão Paranhos, a Embrapa Semiárido desenvolveu diversos estudos sobre a biologia e o comportamento destes insetos em laboratórios e em gaiolas de campo, a fim de estabelecer as bases científicas e industriais para a produção desses insumos de origem biológica.

Nestas iniciativas, atuou em conjunto com outras instituições, como a Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical e a Moscamed Brasil, além de empresas do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA). Portanto, existe know-how para esses processos técnicos diferenciados em relação aos que são empregados atualmente na elaboração de biopesticidas.

VANTAGENS

Beatriz explica que o uso das quatro tecnologias não se restringe a cultivos implantados na região semiárida do Nordeste. Eles são indicados, também, para o manejo fitossanitário em plantios de "comodities", a exemplo do algodão, cana-de-açúcar e soja. Há demandas para esses insumos biológicos também nos pequenos plantios de base familiar e nas grandes áreas cultivadas da agricultura empresarial. O seu uso, ao longo do tempo, pode transformar um ambiente agrícola totalmente desequilibrado do ponto de vista de pragas para um ambiente equilibrado e com pouco uso de insumos químicos.

Segundo Mizael Félix, o emprego comercial das quatro tecnologias pode resultar em redução de custos de produção, prevenir danos provocados por insetos às culturas, ao meio ambiente e aos consumidores que, neste caso, não correm o risco de adquirir grãos, hortaliças e frutas com resíduos tóxicos. Biopesticidas têm amplo uso na agricultura dos Estados Unidos, da China, França e no próprio Brasil.

Com o Proeta, a Embrapa inaugura um novo modo de enfrentar o desafio de transformar os conhecimentos gerados por seus pesquisadores em tecnologias, em produtos e em serviços que se constituem em inovações para os sistemas agrícolas.

PARA MAIS INFORMAÇÕES

Beatriz Jordão Aguiar Paranhos
Pesquisadora
E-mail: bjordao@cpatsa.embrapa.br

Mizael Felix da Silva Neto
Administrador
E-mail: mizael@cpatsa.embrapa.br

FONTE

Embrapa Semiárido
Marcelino Ribeiro – Jornalista
Telefone: (87) 3862-1711

Links referenciados

Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Novas Empresas de Base Tecnológica Agropecuária e à Transferência de Tecnologia
www.sct.embrapa.br/proeta

Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária
www.embrapa.br/a_embrapa/snpa

Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical
www.cnpmf.embrapa.br

Banco Interamericano de Desenvolvimento
www.iadb.org/index.cfm?language=portugue
se

Beatriz Aguiar Jordão Paranhos
buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visual
izacv.jsp?id=K4761165T3

bjordao@cpatsa.embrapa.br
bjordao@cpatsa.embrapa.br

mizael@cpatsa.embrapa.br
mizael@cpatsa.embrapa.br

Embrapa Semiárido
www.cpatsa.embrapa.br

Marcelino Ribeiro
marcelrn@cpatsa.embrapa.br

Moscamed Brasil
www.moscamed.org.br

Mizael Félix
buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visual
izacv.jsp?id=K4219439U8

Moscamed
www.moscamed.org.br

Embrapa
www.embrapa.br

Proeta
www.sct.embrapa.br/proeta
JORNAL AGROSOFT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Solicitamos, tão somente, que não se faça uso de linguagem vulgar!