Vídeos ambientais e agroepecuários

Loading...

EU AMO AGRONOMIA

EU AMO AGRONOMIA

Pesquisar este blog

CRONOS - RELÓGIO MUNDIAL

Seguidores

COMO SOMOS AFORTUNADOS

segunda-feira, 11 de julho de 2011

PRODUTOS NATURAIS SÃO ESTUDADOS NO CONTROLE DE PRAGAS DA AGRICULTURA

11/07/2011

Produtos naturais são estudados no uso do controle de pragas da agricultura

noticias :: Por Editor em 11/07/2011 :: imprimir   pdf   enviar   celular

Historicamente, a indústria farmacêutica, especialmente em seus primeiros anos, foi dominada por produtos naturais, mas o mesmo não ocorreu com a indústria de pesticidas. Conforme o pesquisador Antonio Cerdeira, da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna/SP), alguns dos primeiros pesticidas (rotenona, piretrinas naturais, entre outros) foram produtos naturais, mas o crescimento dessa indústria como importante componente do manejo de pragas não começou até meados do século passado, com a introdução de um arsenal cada vez maior de sintéticos, começando com compostos como o DDT e 2,4-D.
Continue lendo a matéria mais abaixo...

Compartilhe no Facebook



Produtos naturais são estudados para uso para o controle de pragas da agricultura


"Muitas empresas envolvidas na descoberta de pesticidas foram principalmente as farmacêuticas. Assim, parte do seu esforço foi a descoberta de pesticidas à base de produtos naturais como modelos para novos pesticidas. Grande parte dessa abordagem envolveu seleção de metabólitos microbianos, como a indústria farmacêutica tem feito", explica o pesquisador. Outros organismos, como plantas terrestres, algas e organismos marinhos, tiveram menos ênfase, diz Cerdeira.

Existem muitas razões pelas quais os produtos naturais podem ser boas fontes de moléculas ou modelos para pesticidas. Compostos naturais têm muitas vezes uma vida mais curta do que compostos sintéticos, reduzindo assim o impacto ambiental potencial. Isolamento e identificação destes compostos foi uma tarefa árdua no passado, mas a instrumentação moderna tem simplificado e reduzido o custo desse processo.

Apesar de muitos compostos naturais terem sido descritos, há muito mais a ser descoberto. E também o custo de regulamentação da introdução de um produto natural como um pesticida é muito menor do que um produto químico sintético.

Geralmente, estes compostos são desejáveis por que normalmente são ambientalmente mais seguros, são fontes de novos modos de ação e de novos produtos químicos, são mais bem aceitos pelo público, com atividade mais específica, além de que novas tecnologias em química estão possibilitando o descobrimento de novos compostos. Cerdeira explica também que isto permite o uso da biotecnologia para produção e normalmente é mais fácil o registro e a autorização para uso.

FONTE

Embrapa Meio Ambiente
Cristina Tordin - Jornalista

Links referenciados

Embrapa Meio Ambiente
www.cnpma.embrapa.br

Cristina Tordin
cris@cnpma.embrapa.br
JORNAL AGROSOFT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Solicitamos, tão somente, que não se faça uso de linguagem vulgar!